• Publicidade

Dieta dos Pontos, a mais flexível das dietas

A dieta dos pontos é uma das mais apreciadas por todos que precisam emagrecer, e isso principalmente porque ela não é restritiva, permitindo que você coma o que bem entender, monte o seu prato como quiser, desde que não ultrapasse os pontos contados através dos alimentos. A única restrição para a dieta dos pontos é alimentos com gordura trans, a pior de todas, que devem ficar de fora.

dieta dos pontosAssim, fazendo a dieta dos pontos você pode comer até hambúrguer com maionese e batata frita, ou seja, vai emagrecer comendo de tudo. A restrição aplicada à gordura trans, o único alimento que deve ficar de fora da dieta dos pontos, é que ela engorda muito mais que qualquer outra gordura, principalmente no abdômen, além de fazer mal para a circulação, podendo provocar doenças cardiovasculares.

A dieta dos pontos, com algumas pequenas mudanças nesses mais de 30 anos que está sendo divulgada e usada por milhares e milhares de mulheres que querem emagrecer, também recomenda que não utilizemos para alimentação as farinhas refinadas, mas sim as farinhas integrais, trocando o pão comum pelo pão integral, por exemplo, já que este é muito mais rico em fibras, que aumentam a sensação de saciedade e, ainda por cima, também ajudam no trato intestinal.

Claro que é uma recomendação, não impedindo naturalmente que você se prive totalmente do pãozinho francês. Basta não exagerar. Da mesma forma é o arroz branco, que pode ser parte do cardápio uma vez ou outra.

A melhor coisa da dieta dos pontos é exatamente a possibilidade de emagrecer sem sofrer. Só é preciso pegar uma calculadora e montar o cardápio de acordo com os pontos de cada alimento, emagrecendo sem qualquer sacrifício.

Como funciona a dieta dos pontos

A dieta dos pontos não elimina as calorias: pelo contrário, substitui as calorias pelos pontos que você calcula com os alimentos. Cada ponto vale 3,6 calorias e você pode montar o seu prato do jeito que quiser, dentro do limite de pontos que pode ingerir a cada dia.

Assim, se você quiser emagrecer 4 quilos em um mês, basta consumir 320 pontos por dia, ou seja, o equivalente a 1200 calorias. O único problema que ela apresenta é que você precisa manter as tabelas próximas para não fugir dos pontos de cada alimentação. Mas isso é fácil: você se acostuma com o tempo.

Para montar um bom prato, o conselho dos nutricionistas para a dieta dos pontos é criar uma divisão, reservando entre 160 e 176 pontos para os carboidratos, que irão representar entre 50 e 60% do total permitido, usando entre 33 e 50 pontos para as proteínas (entre 10 e 15%) e até 96 pontos para óleo, azeite, castanhas e manteiga (30%). É preciso lembrar, no entanto, que a gordura pode estar presente em alguns alimentos, e os pontos precisam ser considerados.

Como fazer a dieta dos pontos dar certo

Para manter a dieta dos pontos e fazer com que dê certo, o melhor é você criar um diário, anotando tudo o que está comendo. Sempre faça as somas dos pontos depois do almoço e antes do jantar para saber o quanto tem direito de comer ainda no mesmo dia.

Não se esqueça de sempre descontar 15 pontos para os temperos usados para a preparação da comida e, se estiver comendo fritura, multiplique os pontos da tabela por 3, ou por 4, se estiver comendo algum alimento empanado ou à milanesa.

Se você ultrapassar a cota numa refeição mais gostosa, procure compensar na próxima refeição, comendo menos, e, em todas as refeições, faça antes um prato de salada, que vai ajudar a não exagerar nos alimentos com mais calorias, ou com mais pontos.

Um detalhe importante: faça seis refeições por dia, comendo a cada três horas. Isso vai ajudar o seu metabolismo a ficar mais ativo e vai lhe dar menos fome na próxima refeição. Mastigue sempre muito bem cada bocado de alimento, pensando sempre que a boa digestão começa pela mastigação.

Mais um detalhe, também importante: não tome líquidos junto com as refeições. Permita-se, no máximo, um copo pequeno de suco ou de refrigerante, não se esquecendo de contabilizar também esses pontos.

Procure na internet: existem diversos sites com tabelas de alimentos. Imprima ou anote os pontos de cada alimento e boa sorte no seu emagrecimento.

Veja outras dietas:
Dieta para emagrecer
Dieta Atkins: qual o diferencial desta dieta?
Dieta ideal para perder peso

Sobre Galdino

Paixão por saúde e qualidade de vida.

Desde 2013 buscando informações sobre a melhor maneira de se viver com mais saúde e melhor qualidade de vida. Mantenho alguns blogs com o objetivo principal de passar adiante as informações e o conhecimento que tenho adquirido ao longo desse tempo.

Durante esses anos tenho “corrido” atrás de conteúdos relevantes que, de alguma forma, possa me ajudar e ajudar outras pessoas a viver com mais qualidade de vida.

Ps.
Tenho 47 anos, sou goiano, evangélico, solteiro e tenho um filho de 13 anos, motivo do meu orgulho e alegria.

Sou apaixonado séries e filmes de ação.
Adoraria aprender tudo sobre fotografia.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe seu comentário

  • Publicidade